“Nunca antes tinha sentido tanto amor, e nunca havia me sentido tão só. o coração conhece a razão que a prória razão desconhece. pretendemos dirigir o amor quando na verdade, ele que nós dirige.”