“Quem vive de aparências, esteriliza os dons e as virtudes, descortinando aquilo que mais teme, o ridículo.”